domingo, 30 de outubro de 2011

A Biblioteca ajuda!


Com o objectivo de facilitar e colaborar com alunos e professores na adopção de estratégias que  diversifiquem e motivem mais para as diversas aprendizagens, temos à vossa
disposição guiões de pesquisa e orientações que permitirão, certamente, o desenvolvimento de uma série de competências transversais. Exemplos:

- “COMO TIRAR APONTAMENTOS?”
- “COMO APRESENTAR UM TRABALHO ESCRITO?”
- “COMO FAZER UM ARTIGO CIENTÍFICO?”
- “COMO FAZER UMA BIBLIOGRAFIA?”
- “COMO ENCONTRAR UM LIVRO E/OU UM ASSUNTO?”
Encontram-se no balcão da Recepção da BE e, em formato digital, na Plataforma Moodle (disciplina Biblioteca)  http://www.moodle.esbocage.com/login/index.php 

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Jogos na Biblioteca!

Não sei se sabem mas...a Biblioteca tem jogos muito interessantes e divertidos!

Vem conhecê-los e experimentá-los com os teus amigos!


 

Leviatã


Segundo o School Library Journal, "Um mundo imaginário brilhantemente construído. Repleto de acção imparável, vai ser um clássico."


Em "Leviatã", de Scott Westerfeld, os países à beira da I Guerra Mundial começam a preparar-se. Enquanto os austro-húngaros e os germânicos possuem máquinas de ferro a vapor munidas de armas (clankers), os darwinistas britânicos preparam as suas bestas resultantes do cruzamento de vários animais.
O Leviatã é uma baleia-dirigível e o animal mais imponente que se pode ver nos céus da Europa.
Alek (Alekxander Ferdinand), príncipe do império Austro-Húngaro, está em fuga depois do seu próprio povo lhe ter virado as costas e tudo o que tem é um marchador (uma máquina de guerra), com uma tripulação que lhe é leal. Deryn (Deryn Sharp) é do povo, uma britânica disfarçada de rapaz que se alista na Força Aérea para lutar pela sua causa – enquanto tenta proteger o seu segredo a todo o custo.


É uma obra escrita no género steampunk (ficção científica ou ficção especulativa), “que ganhou fulgor no final dos anos 1980, ilustrada por Keith Thompson.
Autor nº1 de vendas do New York Times. Vencedor do Prémio Locus 2010 de ficção juvenil.

Quero ser escritora

Mais um dos muitos livros chegados!

Mia, uma rapariga de treze anos que sonha ser escritora. Para realizar o seu sonho, inspira-se no diário que escreveu quando era mais nova.
Uma história fascinante, divertida e terna, através da qual Mia revela os principais segredos para contar uma boa história.

"Quero ser escritora", de Paola Zannoner, editado pela Everest Editora, Lda.

Vem requisitá-lo!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

24 de Outubro - Dia Internacional das Bibliotecas Escolares


 
NA BIBLIOTECA

O que não pode ser dito
guarda um silêncio
feito de primeiras palavras
diante do poema, que chega sempre demasiadamente tarde,
quando já a incerteza
e o medo se consomem
em metros alexandrinos.
Na biblioteca, em cada livro,
em cada página sobre si
recolhida, às horas mortas em que
a casa se recolheu também
virada para o lado de dentro,
as palavras dormem talvez,
sílaba a sílaba,
o sono cego que dormiram as coisas
antes da chegada dos deuses.
Aí, onde não alcançam nem o poeta
nem a leitura,
o poema está só.
‘E, incapaz de suportar sozinho a vida, canta.’

Manuel António Pina

Ninguém Nasce Leitor

A Dra Teresa Calçada , coordenadora do programa Rede de Bibliotecas Escolares deu uma  entrevista à Revista Visão ( 20 deOutubro de 2011 ) , intitulada “Ninguém nasce leitor”

Uma revolução silenciosa ocorre hoje nas escolas, graças às bibliotecas escolares e aos professores bibliotecários.Portugal conseguiu pela primeira vez, em 2010, atingir a média dos países da OCDE em literacia de leitura. No Mês Internacional da Biblioteca Escolar,Teresa Calçada, coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) desde 1996,comissária adjunta do Plano Nacional de Leitura (PNL), deita contas à actividades das 2277 escolas integradas na RBE, que servem 1,1 milhões de alunos.


Aqui fica parte da entrevista:

O que é hoje uma Biblioteca Escolar? É, como sempre foi, um lugar deprocura de saber. Mas hoje o que se procura, o que se encontra, o modo como seopera para encontrar, as tecnologias que usamos, não são apenas a tecnologia dolivro – temos recursos em suporte papel e em suporte digital. E as bibliotecasescolares são também os professores bibliotecários. São eles os orientadores,quem transmite aos miúdos uma consciência dos méritos e das vantagensacrescidas, mas não escondendo os seus perigos – no sentido da ilusão de quetudo o que está na internet é verdadeiro. A era da web não pode viver só da destreza, tem de viver de competências quenão são inatas. Nenhum leitor nasce leitor. E isso é válido tanto para atecnologia do livro como para o ambiente digital. Os leitores fazem-se comtrabalho, com produção, com prática continuada.
Segundo o último estudo do PNL, o interesse dos jovens pela leitura aumentou e 52, 4 % consideram-na agora muito importante.

As bibliotecas escolares tiveram um papel nessa mudança de atitude? Quero crer que sim. O estudo demonstraque há um trabalho de retaguarda da Rede de Bibliotecas Escolares, que há maismiúdos a frequentá-las, uma melhor qualificação e que a oferta se vem adequandoaos tempos. Costumo dizer que as bibliotecas escolares são uma espécie detosco, são a infraestrutura, e o PNL, uma espécie de supraestrutura, que trouxeuma narrativa construída para divulgar a leitura como um bem, valorizá-lasocialmente, torná-la uma imagem de marca. Os miúdos habituam-se a que “LeR+”não é uma coisa “cota”, os pais associam “LeR+” a uma marca de qualidade, eisso trouxe, objectivamente, como verifica este estudo, uma valorização da leitura.

Em época de crise, o papel das bibliotecas é ainda mais importante? Acho que sim. Falamos sempre dasbibliotecas como locais de inclusão, quer pelos recursos que têm quer pelofacto de quem as governa desempenhar um trabalho que muitas vezes as famílias não fazem porque não sabem ou porque não podem. Quanto mais vivemos no mundo dainformação (e hoje a atravessar momentos de menor abundância), mais asbibliotecas, como lugar de abundância, devem ser usadas em rede. Tenho consciência de que, no caso das bibliotecas escolares, o que verdadeiramente faz a diferença é ter lá pessoas que governam as bibliotecas. Se assim não for,são subaproveitadas. »

domingo, 23 de outubro de 2011

Há mais jovens a ler!



Há mais 20% de jovens para quem a leitura é importante.
Avaliação do Plano Nacional de Leitura revela que, em quatro anos, houve "uma melhoria significativa" das competências dos alunos

Há mais jovens a considerar que a leitura é importante para a sua vida pessoal. Em 2007, entre os que tinham 15 a 24 anos, 30,6% consideraram-na "muito importante".

Em Março de 2011, neste grupo etário, já eram 52,4% os que afirmaram o mesmo. Este aumento da ordem dos 20 % regista-se entre o primeiro e o quinto ano de vigência do Plano Nacional de Leitura (PNL), frisa-se no relatório de avaliação externa daquele programa, que será hoje apresentado em Lisboa.

Os resultados do último Barómetro de Opinião Pública PNL, com um inquérito desenvolvido em Março passado junto de uma amostra de 1257 indivíduos, mostram que é no grupo dos 15 aos 24 anos que se registou um maior aumento entre aqueles que consideram a leitura "muito importante" para a sua vida pessoal.

A avaliação externa do plano é feita por uma equipa do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, coordenada por António Firmino da Costa. O primeiro estudo de avaliação foi divulgado em 2008.

O incremento das actividades do PNL no 3.º ciclo, desenvolvido a partir de 2008, é apontado neste estudo, a que o PÚBLICO teve acesso, como um dos "factores que terão contribuído para a melhoria das competências de literacia dos alunos portugueses" revelada nos últimos testes do PISA, realizados em 2009. O PISA é um programa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico que visa medir as competências de literacia dos alunos de 15 anos.

O PNL foi lançado, pelos ministérios da Educação e da Cultura, no ano lectivo de 2006/07 e completa agora a sua primeira fase. O actual secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, considera que o plano deve ser revisto.

A sua acção prioritária é a promoção da leitura entre o público escolar, o que tem sido feito sobretudo através da leitura orientada em sala de aula. No relatório indica-se que esta actividade tem uma adesão de 99% nos agrupamentos e escolas do 1.º e 2.º ciclo. No 3.º ciclo passou de 80% para mais de 90% entre 2008 e 2010.

Texto de Clara Viana • 14/09/2011 - PÚBLICO

terça-feira, 18 de outubro de 2011

12º Campo de Trabalho para Jovens (Direitos Humanos)


Estão abertas as inscrições para o 12º Campo de Trabalho para Jovens que se realiza entre os dias 29 de Outubro e 1 de Novembro de 2011, na Pousada de Juventude de Almada.

Durante estes quatro dias, jovens de todo o país, com idades entre os 15 e os 18 anos, vão poder dedicar-se exclusivamente ao debate de temas relacionados com os Direitos Humanos.

Jogos, dinâmicas, trabalhos de grupo e fotografia são algumas das formas que usaremos para perceberes como podes contribuir para a sensibilização sobre os temas que vamos abordar no programa: a Amnistia Internacional, o papel dos Jovens no activismo, a Discriminação e a Pobreza.

A inscrição tem um custo de 35 euros por participante, o que inclui materiais, alimentação, alojamento e transporte no local.

Vê aqui imagens das edições anteriores.

Inscreve-te até ao dia 23 de Outubro. Vem descobrir como tu podes fazer a diferença!

Mais informações pelo email campodetrabalho@amnistia-internacional.pt

Para esclarecimentos adicionais contactar Daniel Oliveira ou Luísa Marques - telef. 213 861 652.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

IV Feira das BE do concelho de Setúbal

No âmbito das comemorações do mês internacional das Bibliotecas Escolares.
Apareçam!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Senhor Professor Luís Archer

Luís Archer, padre jesuíta e pioneiro do estudo da investigação e estudo da genética molecular em Portugal, faleceu no passado sábado com 85 anos.
O interesse pela evolução do conhecimento científico e a capacidade crescente da tecnologia transformar a natureza faz com que se envolva em temas como a bioética, assumindo a presidência do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida entre 1996 e 2001.
Também escreveu vários livros, sendo o último em 2006 e intitulado, precisamente, “Da Genética à Bioética”.

Considerava que a tecnociência é “indispensável para o progresso das civilizações mas não se pode tornar um absoluto”, revelando uma preocupação em relação à corrente do trans-humanismo – a ideia de que o homem é uma máquina e que é possível aperfeiçoá-la. A este propósito, referiu: “O homem acabará com os sentimentos e os afectos e será reduzido a reacções químicas e a potenciais eléctrodos que podem ser inseridos no indivíduo. (…) É muito funda no ser humano [a ideia de] mecanizar, reduzir todo o fenómeno humano a equações, a química, fórmulas, traços”.

Com a sua morte desaparece um homem que acreditava que a ciência e a religião eram “dois mundos independentes, ainda que convergentes”, como citou Walter Osswald, à data conselheiro do Instituto de Bioética da Universidade Católica Portuguesa, numa crónica do PÚBLICO, quando Archer fez 80 anos:
“Sem impor coisa alguma, Luís Archer ensina, estimula, convoca a servir e a exaltar a humanidade”.

Para conhecer melhor o Professor Doutor Luís Archer:
http://www.publico.pt/Sociedade/o-padre-que-vestiu-a-bata-de-laboratorio_1515566

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Provérbios Macuas


Ler um livro é começar uma aventura maravilhosa para uma descoberta sempre diferente: a leitura!
Claro que o título de um livro é desde logo motivador! Por exemplo, o "PROVÉRBIOS MACUAS", coligidos pelo Padre A. Valente de Matos, ed. pelo Instituto de Investigação Científica Tropical - cultura moçambicana. Tão interessante!
Alguns desses provèrbios:
"O amor e a fé nas obras se vêem"
"Homem perdido não quer conselho"
"Na arca do avarento o diabo jaz dentro"
"Nem erva no trigo nem suspeita no amigo"
"Ser paciente é ter o coração em paz"
"Ser esperto é ter lume nos olhos"
"Quem com mal trata sempre se lhe apega"
"O invejoso nunca medrou nem quem ao pé dele morou"

Tesouros da nossa Biblioteca

Todos os livros são tesouros, no entanto, pegar em livros como os que vemos nesta foto é fantástico!

É o caso desta pequena edição de OS LUSÍADAS, em primeiro plano, reprodução fac-similada da 1ª edição de 1572, ed. da Revista de Portugal - 1943.

Que maravilha!

O cientista do mês de Outubro

Conforme já noticiámos anteriormente, passaremos a ter mensalmente esta iniciativa,  integrada no LER+ Ciência.
Uma pequena mostra bibliográfica e outros materiais esclarecerão os nossos visitantes sobre o cientista escolhido e importância da sua obra.
Algumas fotos desses materiais sobre o Professor Doutor Egas Moniz, o cientista deste mês.




quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Exposição sobre a REPÚBLICA

Tal como fora prometido, aqui vão algumas fotos desta nossa iniciativa, tiradas precisamente hoje!
Começamos pelo Cartaz, Mostra Bibliográfica... Exposição.
(Clica para "ampliar" as fotos)


 





 Até ao dia 11 deste mês!

O Cientista do Mês

A nossa Biblioteca passará a ter esta iniciativa mensalmente, que constará de uma EXPOSIÇÃO DE LIVROS E OUTROS MATERIAIS ALUSIVOS AO CIENTISTA DO MÊS, 
integrada no LER +CIÊNCIA.

Concurso "Escola, Escrita, Cinema"


Encontra-se aberto, até 15 de Dezembro, o concurso "Escola, Escrita, Cinema". Os ministérios da educação dos países da Organização dos Estados Ibero-americanos convidam os alunos do 3.º ciclo do Ensino Básico das escolas da rede pública, entre os 12 e os 15 anos de idade, a participar neste desafio, que consiste na produção de histórias / relatos para a elaboração de guiões e para a realização de curtas-metragens.

O objectivo é estimular a produção escrita nas crianças e adolescentes, contribuindo para um pleno desenvolvimento das ideias e dos afectos, através da expressão do pensamento.

Este projecto enquadra-se no compromisso assumido pelos governos com as respectivas metas educativas e a iniciativa integra um conjunto de acções desenhadas dentro do programa para o fortalecimento das línguas ibero-americanas na educação.

Os alunos interessados em participar elaboram as suas histórias em forma de guiões e apresentam-nas a concurso, com o aval da escola, podendo fazê-lo individualmente ou em grupo (3 a 5 elementos).

Existe uma categoria especial para os alunos portadores de deficiência auditiva que planifiquem as suas curtas-metragens em linguagem gestual.

Os participantes têm dois meses e meio para preparar e apresentar os seus guiões (de 1 de Outubro a 15 de Dezembro) e a selecção dos trabalhos a nível nacional vai realizar-se até 16 de Janeiro de 2012, seguindo-se a apresentação dos premiados (20 de Janeiro).

Para consulta do regulamento, calendário completo e mais informações, aceder ao sítio da Rede de Bibliotecas Escolares.

Colóquio Internacional de Literaturas de L. Portuguesa

26 e 27 de Outubro

FLUL, Anfiteatro III
O Colóquio Internacional de Literaturas de Língua Portuguesa para Crianças e Jovens visa reunir escritores, estudiosos, professores e estudantes de Letras e Pedagogia, para análise e debate de questões relacionadas com a literatura para crianças e jovens, produzida no Brasil, em Portugal, em Angola, Cabo Verde e Moçambique a partir do século XX.

Programa e outras informações aqui: http://www.clepul.eu/_fich/7/Banner_Net.jpg

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Exposição comemorativa da 1ª República

Na nossa Biblioteca e até 3ª feira, dia 11, uma Mostra Bibliográfica sobre a 1ª REPÚBLICA e, na Sala de Alunos, uma Exposição comemorativa desta efeméride.

Atividades abertas a toda a comunidade educativa.

Breve publicaremos fotos destas iniciativas.


5 de Outubro - feriado nacional

Hoje é feriado nacional porque, neste dia, 5 DE OUTUBRO DE 1910, foi derrubada a Monarquia (Monarquia Constitucional) e implantada pela primeira vez a REPÚBLICA no nosso país.
Em jeito de homenagem, aqui vos deixamos a história de vida de Francisco dos Santos, uma história que se cruza com a da República. Vejam porquê, aqui: http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=198302
Fantástica! 

Francisco dos Santos: o primeiro da direita, sentado.


domingo, 2 de outubro de 2011

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

A  nossa biblioteca vai comemorar... estejam atentos!

Para saber mais: na RBE e na IASL

2011 | 2012 o Ano do Morcego



O ano do  morcego, é uma efeméride instituída pela Conservação das Espécies Migratórias, o Programa de Ambiente das Nações Unidas e pelo EUROBATS. Pretende.se sensibilizar a sociedade para a importância da conservação dos morcegos, responsáveis por serviços dos ecossistemas essenciais também para o Homem.


Ver mais aqui »»