segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Semana das Ciências - I

De hoje a 8 deste mês decorrerá a Semana das Ciências, na qual a nossa Biblioteca tem um papel ativo.
Algumas obras da mostra bibliográfica que decorrerá em paralelo com as exposições temáticas desta semana serão publicadas.
Por exemplo, estas três:


Conta a vida do naturalista Charles Darwin, que, desde a sua infância, se  interessou pela Natureza.
Também passa pela adolescência e juventude do autor, altura em que Charles se confrontou com o desejo do seu pai que o queria... médico.
Fala ainda da sua vida adulta, realçando a viagem que fez ao redor do mundo, durante cinco anos, na qual compilou informações cruciais para elaborar a sua teoria de evolução das espécies.
Termina com a sua morte, quando já era um aclamado cientista.


Porque temos este aspecto? O que tem a mão humana em comum com a asa de uma mosca? Estarão os seios, as glândulas sudoríparas e as escamas ligadas de alguma forma? Para uma melhor compreensão do funcionamento do nosso corpo e para identificar a origem de muitas das mais comuns doenças atuais, teremos de procurar fontes inesperadas: vermes, moscas e até mesmo peixes.
Neil Shubin, um destacado palentólogo e professor de anatomia, que descobriu o Tiktaalik - o «elo perdido», e que foi notícia um pouco por todo o mundo em Abril de 2006 -, conta a história da evolução remontando os órgãos do corpo humano a milhões de anos no passado, muito antes de as primeiras criaturas terem caminhado sobre a Terra.
Através do exame de fósseis e de ADN, Shubin mostra-nos que as nossas mãos se assemelham a barbatanas de peixes e que a nossa cabeça está organizada como a de um peixe sem maxilar há muito extinto.
Quando Éramos Peixes é pura divulgação científica: esclarecedora, acessível e contada com um entusiasmo irresistível.


Trinta e seis fotografias aéreas de Yann Arthus-Bertrand estão aqui reunidas à volta de um tema forte: o desenvolvimento sustentável. O aquecimento climático e as suas consequências, a pauperização de uma parte da população mundial, a rarefação dos recursos naturais, as novas energias, a urbanização,... nenhum dos grandes problemas ecológicos do nosso tempo foi deixado de lado e foram avançadas soluções.
Graças às fotografias acompanhadas de textos claros e precisos e de desenhos do tipo "caderno de viagem", o Futuro da Terra Contado às Crianças é um livro acessível, que explica às crianças que o futuro do planeta está nas suas mãos.
Yann Arthus-Bertrand dá continuidade ao projeto iniciado com A Terra Vista do Céu: criar a consciência, através de fotografias que transmitem uma mensagem, da necessidade de privilegiar o desenvolvimento sustentável, para que as gerações vindouras herdem um planeta onde se possa viver.
Philippe J. Dubois, doutorado em Biologia, é autor de trabalhos científicos e de obras sobre as alterações climáticas e a biodiversidad. Valérie Guidoux, escreveu numerosos livros para crianças sobre a natureza.


 
Enviar um comentário