quarta-feira, 11 de julho de 2007

CERTIFICADOS DE MÉRITO



No auditório José Saramago, dia 11 de Julho, realizou-se uma pequena cerimónia de entrega dos Certificados de Mérito aos alunos do Ensino Básico, presidida pela presidente do Conselho Executivo.
Fica aqui um registo desse momento.
Estão de parabéns os alunos distinguidos.

4 comentários:

dulcegomes disse...

É com enorme prazer e satisfação que vejo reconhecido o empenho e dedicação dos nossos alunos. Para eles, para as suas famílias e todos aqueles que contribuiram para este momento muitos parabéns.
A caminhada começou agora...

Anónimo disse...

E para quando os certificados de mérito dos 7º e 8ºanos? Só os meninos do 9º é que merecem? Parece impossível que nesta data não tenham juntado os anos todos, visto que já tinham saído as notas. Porquê o favoritismo? Alguém VIP?

José Saramago disse...

Estou ofendido! então deram o meu nome a um local onde se praticam actividades fascistas. O tempo dos méritos já lá vai!
Qual o mérito das tais boas notinhas? Fazer sonhar as mesmas pessoas que vão daqui por uns anos enfrentar com a questão: desemprego ou estrangeiro?

Tenham vergonha! Brincar às maratonas com questões destas é muito complicado. ou então, meolhor. Se o esforço deve ser premiado, porque não premeiam os alunos com verdadeira lógica institucional, 0os que já deram nome à escola, ao longo dos anos, nas diversas áreas em que se distinguiram?? Afinal só servem para ir dando taças para o armário lá do Conselho Executivo?

Notas dadas em função de critérios de professores variáveis, de acordo com Programas disciplinares variáveis, num grau de ensino que nada tem de decisivo...

Vergonha! Como tudo o resto, aliás.

ochoa disse...

Olhe que Não, Senhor, Prémio Nobel, José Saramago... Não se trata seque de Brincadeiras Proibidas... São umas festinhas sem cunho verdadeiramente fascista ou fascisante... Isso era dantes... Ou ao tempo do Dantas... Trata-se de pura trivialidade à José Sócrates... Quem lho lembra é um antigo professor de... Filosofia... Não ligue... Olhe que não (como dizia o outro)... E já agora uma pergunta: Se o seu consagrado nome anda por tanto lado porque não haveria de estar postado ao dar com a porta do Auditório? Não veja mal nenhum nisso como também não virá mal nenhum ao mundo em ter visto como disse e redisse «Jesus Cristo» Autor de um (o 5º?) Evangelho... Ele que não consta que tivesse biblioteca no dizer de um famoso poeta da nossa praça para-rosa-cruciano... O Padre Cura «todo lo perdona» cantavam os «rojos»... Cantigas, José Saramago, cantigas de Dezembro... Sabia que o Zeca foi cá professor - saúde amigo, boas cores, sorriso franco, e olhe largo!